O Fórum Econômico Mundial reúne a partir desta quarta-feira, em Davos (Suíça), a elite política e econômica do planeta para discutir soluções para uma crise que começa a questionar sua tradicional e inalterável fé no capitalismo e na globalização.

O primeiro-ministro russo, Vladimir Putin, pronunciará o discurso de abertura do Fórum, no qual analisará as consequências da crise financeira mundial.

Ponto de encontro privilegiado de cerca de 2.500 dirigentes políticos e empresariais, o 39º Fórum de Davos se realizará sob uma atmosfera inusualmente sombria em razão da crise econômica e financeira mundial, somada às ameaças ao clima.

O presidente e fundador do Fórum Econômico Mundial (WEF), Klaus Schwab, fixou como principal objetivo "ajudar os países pertencentes ao G-20" e as modalidades de auxílio serão anunciadas antes da cúpula prevista para começo de abril próximo em Londres.

O Fórum contará com a representação de ministros de Finanças e dirigentes de Bancos Centrais, que analisarão como criar um novo sistema financeiro mundial.

Mas não se deve esperar milagres, segundo especialistas. "Davos continua sendo um lugar de discussão sem grande impacto no mundo real", disse um economista familiarizado com o Fórum.

Em relação à política internacional, sempre muito presente em Davos, deverá ecoar o drama da Faixa de Gaza. O WEF prevê também uma reunião especial dedicada ao Cáucaso, à qual assistirão os presidentes da Armênia e do Azerbaijão, mas haverá representantes da Geórgia.

Na expectativa da chegada das grandes personalidades, em seus helicópteros privados e seus carros de luxo, a pequena localidade suíça conhecerá dias agitados.

Seus dois hotéis de cinco estrelas, cujos 400 apartamentos são destinados aos ricos e poderosos do planeta, dão os últimos retoques para o evento que, entretanto, terá este ano menos festas que as edições anteriores.

E, segundo uma fonte hoteleira, tampouco servirá a rodo Dom Pérignon, o champagne que tradicionalmente rega as festas do WEF.

at/nh/sd/

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.