Pesquisa realizada pelo instituto TNS Gallup indicou que 71% dos argentinos preveem um futuro sombrio para a Argentina, já que consideram que o país entrará em recessão este ano.

Mas, o pessimismo argentino avança mais no setor mais informado da população, já que, segundo a pesquisa, a certeza sobre uma recessão iminente atinge 84% dos entrevistados que possuem formação universitária.

Segundo a pesquisa, 43% dos argentinos consideram que a crise financeira "durará um ano ou dois". A incerteza sobre o período afeta 29% dos entrevistados, que afirmam que "não sabem" qual será a duração da crise. Esta é a sexta grave crise que assola a Argentina desde 1975.

A pesquisa também sustenta que 34% dos argentinos têm medo de perder seus empregos por causa da crise. Segundo a pesquisa, 66% dos argentinos admitem que - perante os riscos e incertezas da crise - terão de reduzir seus gastos.

Leia mais sobre Argentina

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.