Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

53% das famílias paulistanas têm dívidas, diz Fecomercio

Mais da metade das famílias paulistanas está endividada. Em setembro, o nível de endividamento avançou 8 pontos porcentuais, passando de 45% em agosto para 53%, o que corresponde a cerca de 1,9 milhões de famílias.

Agência Estado |

Acordo Ortográfico

De acordo com a Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP), em setembro do ano passado, o indicador atingia 59%, o que na comparação com o mês anterior resultou em queda de 6 pontos porcentuais.

Do total de famílias endividadas, 30% declararam estar com contas em atraso. Entre os tipos de dívidas mais comuns, o cartão de crédito continua sendo o vilão para 45% dos consumidores, enquanto os carnês aparecem com 22%.

Os consumidores com rendimento de até três salários mínimos são os mais endividados: 58% têm algum tipo de pendência financeira. Na faixa de renda de quatro a dez salários, 57% possuem dívidas, enquanto entre famílias que têm renda superior a dez salários mínimos, o percentual de endividamento alcança 40%.

Intenção de pagamento

Entre os inadimplentes, 26% declararam não ter condições de pagar total ou parcialmente suas dívidas, e quanto menor a renda, menor é a intenção de pagamento. Caso o rendimento dos consumidores aumentasse em 50%, 71% quitariam suas dívidas, enquanto 13% poupariam e 7% comprariam bens duráveis.

De acordo com a Fecomercio-SP, a expectativa para o nível de endividamento na cidade de São Paulo em outubro é de queda, tendo em vista a antecipação da primeira metade do 13º para aposentados e pensionistas o INSS, e do reajuste salarial de algumas categorias.

Leia mais sobre dívidas

Leia tudo sobre: dívidasendividamento

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG