BRASÍLIA - Quarenta e cinco famílias de vítimas do acidente com o voo 1907 da Gol conseguiram fechar um acordo para receber indenização no valor total de R$ 46 milhões, segundo informações da assessoria de imprensa do escritório de advocacia Leonardo Amarante Advogados Associados, que cuida do caso. Sete famílias já receberam indenizações, no início de fevereiro, que totalizaram R$ 11 milhões. O restante aguarda a assinatura e a homologação do acordo pela Justiça.

O valor da indenização para cada família varia de acordo com fatores como expectativa de vida da vítima, papel que ela tinha na família e o valor do seu salário.

De acordo com a Gol, parentes de 106 passageiros já fecharam acordo para receber indenização. A pedido das próprias famílias, a empresa aérea não divulga o valor das indenizações.

No total, 154 pessoas morreram no acidente, ocorrido em Mato Grosso no dia 29 de setembro de 2006. O Boeing da Gol caiu depois de se chocar com um jato Legacy.

(Agência Brasil)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.