Finalidade é ofertar segurança nas relações comerciais dos consumidores onde há internet limitada; apenas 58% da população tem acesso diário à web

Brasil Econômico

Diante da realidade traçada pela pesquisa TIC Domicílios, de que apenas 58% da população brasileira tem acesso à internet diariamente, a Serasa Experian ao lado dos Correios passou a disponibilizar ao consumidor que não tem acesso à web consultas ao “Serasa Você Consulta Pessoas”, “Serasa Você Consulta Empresas” e ao “Meu Serasa” nas agências de todo o País.

Leia também: Financiamento de automóveis: Proteste dá quatro dicas para fugir de armadilhas

“Estamos sempre avaliando formas de levar serviços que garantam maior conforto e segurança ao consumidor. Mesmo com o avanço da internet, ainda há uma parcela de aproximadamente 50% da população brasileira sem acesso
Marcello Casal Jr/Agência Brasil
“Estamos sempre avaliando formas de levar serviços que garantam maior conforto e segurança ao consumidor. Mesmo com o avanço da internet, ainda há uma parcela de aproximadamente 50% da população brasileira sem acesso"

A finalidade é ofertar segurança nas relações comerciais dos consumidores brasileiros nas áreas onde a internet é limitada. Uma pesquisa do Serasa Consumidor concluiu que os estados de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro são as regiões que tem mais acesso a esses serviços, justamente pela conexão proporcionada.

“Estamos sempre avaliando formas de levar serviços que garantam maior conforto e segurança ao consumidor. Mesmo com o avanço da internet, ainda há uma parcela de aproximadamente 50% da população brasileira sem acesso ou com acesso restrito. Desta forma, um parceiro como os Correios, com grande capilaridade no Brasil, nos ajuda a levar os serviços da Serasa aos moradores de locais com restrição de acessos. Nosso objetivo é munir o consumidor com informações para que ele tome decisões cada vez mais conscientes e seguras, prevenindo golpes”, diz o diretor do Serasa Consumidor, Pedro Lopes.

Leia também: Inadimplência: veja as sete causas que mais levam a esse problema

Serasa Você Consulta Pessoas: valor da consulta nos Correios R$ 16.90

Esse serviço é recomendado para quem quer contratar um serviço ou um comerciante informal. O consumidor terá acesso a informações como dívidas em nome do CPF consultado, cheques sem fundos, protestos, participação em falências e ação judicial.

Serasa Você Consulta Empresas: valor da consulta nos Correios R$ 18,90

Voltado para o cliente interessado em contratar empresas, como, por exemplo, de buffets de festas, empreiteiras, etc. Na consulta, dados como dívidas vencidas, cheques sem fundos, protestos, falência, recuperação judicial, ações judiciais serão disponibilizados.

Meu Serasa:  valor da consulta R$ 10

Esse serviço é recomendado ao consumidor que, antes de buscar crédito, quer verificar se há necessidade de regularizar o CPF e/ou Serasa Score, que é uma pontuação que varia de 0 a 1 mil, que indica a chance de determinado perfil de consumidores pagar as suas contas em dia.

Leia também: Atenção investidores: veja o que especialista diz sobre momento do dólar

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.