Governador Luiz Fernando Pezão assinou contrato com o Bradesco nesta sexta-feira; banco tem cinco dias úteis para entregar recursos ao Tesouro

Brasil Econômico

Luiz Fernando Pezão diz que pagamento de salário dos servidores do Rio continua sendo sua prioridade
Fernando Frazão/ Agência Brasil (23/12/2015)
Luiz Fernando Pezão diz que pagamento de salário dos servidores do Rio continua sendo sua prioridade

Os salários integrais dos servidores do Rio de Janeiro referentes ao mês de julho serão quitados até a próxima sexta-feira (18), informou o governo do Estado nesta sexta-feira (11). Os valores serão pagos a todos os servidores ativos, inativos e pensionistas. Também serão quitados todos os valores pendentes das folhas salariais de maio e junho do funcionalismo público.

Leia também: Metalúrgicos da Ford iniciam paralisações após demissão de 364 empregados

Na tarde desta sexta-feira, o contrato com o banco Bradesco, vencedor da licitação da folha de pagamento, foi assinado pelo governador do Rio , Luiz Fernando Pezão, e o gerente de Negócios da Plataforma Especializada de Poder Público da instituição financeira, Paulo da Cunha Dutra. A partir da assinatura, o Bradesco tem até cinco dias úteis para depositar os recursos na conta do Tesouro estadual.

Segundo informou o secretário de Estado de Fazenda, Gustavo Barbosa, o crédito da venda da folha, no valor de R$ 1,3 bilhão, será direcionado exclusivamente para o pagamento dos salários atrasados.

Leia também: Fiscais do trabalho encontram cinco pessoas em situação análoga a escrava

“O pagamento dos servidores sempre foi e continua sendo a minha prioridade. Reitero o meu pedido de desculpas aos servidores ativos, inativos e pensionistas por tudo o que estão passando. Sei o quanto essa situação é difícil, e eu e minha equipe estamos concentrando todos os esforços para superar essa grave crise financeira que não é apenas do Estado, mas de todo o país” disse o governador na assinatura do contrato.

Ainda nesta sexta-feira, a Secretaria de Fazenda antecipou o pagamento integral de julho dos servidores ativos da Educação e do Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase), e 50% dos salários de julho dos servidores ativos, inativos e pensionistas da área de Segurança – Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Administração Penitenciária e órgãos vinculados. Os demais 50% dos vencimentos da Segurança serão creditados na próxima segunda-feira (14), conforme prevê o calendário do Estado.

Leia também: Eletrobras registra queda de 97% no lucro do segundo trimestre

Por meio de nota, o governo do Rio, o valor total pago nesta sexta-feira é de R$ 539,96 milhões, e na segunda-feira, de R$ 383,18 milhões. Os beneficiados são 79.575 servidores ativos da Educação e do Degase e 159.505 da Segurança Pública.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.