Economistas de 100 instituições estima que a inflação ficará abaixo da meta de 4,5% este ano e que a taxa básica de juros será de apenas um dígito; veja

Brasil Econômico

O Boletim Focus, do Banco Central, apontou que os economistas do mercado financeiro reduziram novamente as estimativas relativas à inflação para este ano e para 2018 também. A taxa básica de juros – Selic – também apontou queda, após período de estabilidade nas perspectivas dos economistas.

Leia também: Receita paga hoje segundo lote de restituição do Imposto de Renda

Inflação e taxa de juros tiveram queda em suas projeções no Boletim Focus desta segunda-feira (17), informou o Banco Central
Agência Brasil/EBC
Inflação e taxa de juros tiveram queda em suas projeções no Boletim Focus desta segunda-feira (17), informou o Banco Central


Segundo a análise do Banco Central , divulgada nesta segunda-feira (17), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) – que mede a inflação oficial no País – teve sua previsão revista para baixo. Na semana passada a estimativa era de 3,38%, para hoje é de 3,29%, sendo essa a sétima redução consecutiva do indicador.

A nova redução do IPCA sinaliza que o País conseguirá manter controle inflacionário, uma vez que a meta estipulada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) é de 4,5%. Uma das ferramentas do BC é usar a taxa básica de juros para controlar o indicador.  A meta central de inflação não é atingida no Brasil desde 2009. À época, o país ainda sentia os efeitos da crise financeira internacional de forma mais ríspida.

Leia também: CredFácil: conheça a história do presidente da rede de empréstimos consignados

Crescimento econômico

A análise desta segunda-feira mostrou estabilidade na perspectiva relativa ao crescimento do Produto Interno Bruto ( PIB ). A perspectiva é de alta tímida de 0,34% este ano. O governo trabalha com a projeção oficial de alta do PIB de 0,50% este ano. Para o ano que vem a estimativa é que a economia brasileira mostre recuperação ao fechar o ano com alta de 2% no PIB.

A estimativa para a taxa básica de juros – Selic – apresentou queda ao passar de 8,52% para 8% este ano. Atualmente a taxa básica de juros é de 10,25%.   Para o fechamento de 2018, a estimativa dos economistas dos bancos para a taxa Selic permaneceu 8% ao ano. Com isso, estimaram que os juros ficarão estáveis no ano que vem.

Outros indicadores

A perspectiva para cotação do dólar também foi reduzida no Boletim Focus desta semana. A cotação passou de R$ 3,35 para R$ 3,30. Já a estimativa para a moeda norte-americana para o ano que vem manteve-se estável, com cotação em R$ 3,45, informou o Banco Central. 

Leia também: Outback oferece chopp de graça em todo o Brasil para celebrar Dia do Amigo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.