Às 10h20 desta quinta-feira o pregão da Bovespa foi interrompido devido a queda significativa. As 10h50 as negociações voltaram a ser operadas

Brasil Econômico

Contratos futuros da Bovespa registram queda de 10%
iStock
Contratos futuros da Bovespa registram queda de 10%

O Índice da Bovespa (Ibovespa) começou esta quinta-feira (18) com um recuo de 10% em seu contrato para junho, após a gravação vazada pelo dono da JBS, Joesley Batista, onde o presidente Michel Temer dá aval para a compra do silêncio do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que está preso em Curitiba.

Leia também: General Motors coloca 1,5 mil colaborados em layoff no mês de junho

Na véspera para a quinta-feira (18), agentes financeiros já se preparavam para um possível circuit breaker - mecanismo de limite de perdas na bolsa, visando o pregão da Bovespa , que abre às 10h. Diferentes corretoras passaram a enviar a seus clientes, as regras sobre o mecanismo de interrupção de negócios. 

De acordo com a B3 e levando em consideração esse mecanismo, caso o Ibovespa decresça 10% ante o fechamento da véspera, a sessão deverá ser interrompida por 30 minutos. Caso a queda seja de 15% ante o encerramento do dia, as negociações devem ser suspensas por uma hora. E se o índice oscilar negativamente em 20% após a reabertura dos negócios, a bolsa pode suspendê-los por um prazo definido a seus critérios.

Às 10h20, as negociações foram suspensas, voltando a operar as 10h50. 

Monitoramento

Em nota, o Banco Central (BC), informou nesta quinta-feira que está monitorando o impacto das informações divulgadas pela imprensa e agirá para manter a funcionalidade dos mercados.

"Esse monitoramento e atuação têm foco no bom funcionamento dos mercados. Não há relação direta e mecânica com a política monetária, que continuará focada nos seus objetivos tradicionais", expôs o BC.

Leia também: Ações trabalhistas: crise exige maior cautela na hora da demissão

Na noite de quarta-feira (17), a Presidência da República afirmou por meio de um comunicado que o presidente Michel Temer “jamais solicitou pagamentos para obter o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha". A nota ainda apontou que Temer "não participou nem autorizou qualquer movimento com o objetivo de evitar delação ou colaboração com a Justiça pelo ex-parlamentar”.

O Tesouro Nacional também divulgou uma nota nesta quinta-feira (18), a qual informa a permanência do monitoramento dos impactos acerca dos acontecimentos políticos mais recentes e a adoção de medidas para assegurar a liquidez dos mercados.

Exterior

Após a gravação vir à tona, as ações brasileiras negociadas em Nova York registraram queda de mais de 10%. O EWZ, fundo que reúne as principais ações brasileiras negociadas no exterior, fechou com uma queda de 14%.

Já o dólar futuro disparou, atingindo o limite máximo permitido de R$ 3,3235 para este pregão. Segundo informações da Bovespa, o dólar futuro tem limite de negociação diária de 6%, para cima ou para baixo, só podendo sair negócios dentro desse nível caso seja atingido.  O BC informou a realização de leilão de swap cambial tradicional, que é a venda de dólares no mercado futuro e ajuda o ativo a segurar a alta ou a forçar uma queda da moeda. A oferta é de até 40 mil contratos por operação, com vencimentos em agosto e outubro deste ano e em janeiro de 2018.

*Com informações da Agência Brasil

Leia também: Criação de empresas no Brasil em janeiro registra melhor resultado desde 2010

    Leia tudo sobre: Bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.