Saiba o significado de stop-lost, bull market, flippers, dumping e entre outras expressões utilizadas na BM&F Bovespa e no mercado financeiro em geral

Brasil Econômico

Confira expressões presentes na rotina de investidores da Bovespa
iStock
Confira expressões presentes na rotina de investidores da Bovespa

Para gestores e investidores iniciantes, um dos principais desafios a ser enfrentado é desvendar expressões e termos presentes no mundo dos negócios. Com isso, o Brasil Econômico separou 10 expressões que ajudarão na hora de investir nas bolsas de valores como a Bovespa, além de auxiliar no entendimento de definições importantes para o mercado financeiro.

Leia também: Bovespa: veja 10 expressões usadas por investidores na bolsa de valores

1- Flippers

“Flippers” é o nome dado a investidores não só da Bovespa , mas de outras bolsas, que adquirem ações de companhias em processo de abertura de capital (da sigla em inglês - IPO), a fim de vendê-las logo no primeiro dia de negociação para a obtenção rápida de lucro. Desse modo, é esperado que em mercados com tendência de alta, as ações cresçam significantemente em sua estreia.

2- Stop-lost

“Stop-lost” é a expressão usada para se referir ao preço limite aceito por um investidor em determinada ação. Ou seja, é o valor dado em casos de queda para se evitar maiores prejuízos.

3- Alavancagem

Termo utilizado para o investimento realizado com capital extra e com o objetivo de aumentar as proporções de lucro. Porém, como consequência, intensifica o risco da operação.

4- Bull Market

“Bull Market” ou “sobre o touro” é a expressão referente a tendência de alta generalizada do preço de ativos financeiros, muito semelhante ao movimento de ataque feito pelo touro.

5- High Yield

“High Yield” ou “alta taxa de retorno” se refere aos títulos ou empréstimos de instituições que pagam juros extremamente elevados. Dessa forma, o mercado abrangente ao “High Yield” concentra as obrigações de entidades que precisam efetuar o pagamento de taxas mais altas para obter financiamento, o que reflete maior custo de captação.

Leia também: Azul faz sua estreia na Bovespa com movimentação de R$ 2 bilhões

6- Dumping

Expressão usada no comércio internacional no momento em que uma empresa vende seus produtos e serviços abaixo do preço mínimo do mercado para driblar com a concorrência.  Vale ressaltar que essa prática é considerada ilegal pela Organização Mundial do Comércio (OMC).

7- Insider

“Insider” é um termo em inglês utilizado para se referir a um investidor que possui acesso privilegiado a determinadas informações. Ou seja, é um investidor que tem conhecimento de dados antes de serem comunicados no mercado.

8- Leasing

No mundo dos negócios, “leasing” significa uma operação financeira realizada mediante contrato, onde uma empresa ou pessoa recorre a bens de outras instituições por tempo limitado em troca de pagamento de prestação. É importante lembrar que no final do contrato é possível a compra do bem.

9- Window Dressing

“Window dressing” é a prática executada por gestores dos fundos de investimentos para melhorar suas respectivas carteiras em períodos de reporte de informação financeira. Ou seja, é a expressão usada para se referir a venda de ações com baixa performance antes do fim do período e a compra das com maior desempenho.

10- Block Trade

“Block Trade” significa a negociação de um grande lote de ações nas bolsas de valores, normalmente feitos em forma de leilões. Com isso, muitas bolsas, inclusive a Bovespa, requerem a representação de uma proporção relevante de capital da empresa em relação ao lote, fazendo com que o mercado seja avisado com antecedência para que consiga reduzir a volatilidade das cotações.

Leia também: Veja as vantagens de investir seu FGTS em Tesouro Direto

    Leia tudo sobre: Bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.