Apesar da queda, indicador do varejo da Boa Vista SCPC manteve-se quase no mesmo nível registrado na última aferição na avaliação de 12 meses

Brasil Econômico

Mesmo com queda registrada pela Boa Vista SCPC, expectativa é de que varejo atinja patamar positivo no 1º semestre
Paulo Pinto / Fotos públicas
Mesmo com queda registrada pela Boa Vista SCPC, expectativa é de que varejo atinja patamar positivo no 1º semestre

O Movimento do Comércio caiu 1% em fevereiro, considerando os dados mensais com ajuste sazonal, de acordo com informações do varejo apuradas pela Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Na avaliação acumulada em 12 meses (março de 2016 até fevereiro de 2017) houve queda de 3,8% frente aos 12 meses antecedentes. Na comparação mensal contra o mesmo mês do ano anterior, houve diminuição de 6,2%.

Leia também: Logística impede e-commerce brasileiro de crescer ainda mais, diz especialista

O indicador do varejo da Boa Vista SCPC , no entanto, manteve-se praticamente no mesmo nível registrado na última aferição na avaliação acumulada em 12 meses, mesmo com a queda no movimento. Com a perspectiva de melhoria do cenário econômico, entre elas a diminuição de preços e juros, aumento do consumo das famílias e investimentos, entre outras, mantém-se a expectativa de que o varejo atinja um patamar positivo até o término do primeiro semestre de 2017.

Setores

Entre os principais segmentos, o setor de “Móveis e Eletrodomésticos” apresentou queda de 4,9% entre fevereiro e janeiro, descontados os efeitos sazonais. Nos dados sem ajuste sazonal, a variação acumulada em 12 meses foi negativa em 3,7%.

Leia também: Logística impede e-commerce brasileiro de crescer ainda mais, diz especialista

Já na categoria de “Tecidos, Vestuários e Calçados”, foi registrada uma elevação de 1,1% no mês, expurgados os efeitos sazonais. Já na comparação da série sazonal, nos dados acumulados em 12 meses houve recuo de 10,1%.

O setor de “Supermercados, Alimentos e Bebidas” teve acréscimo de 0,5% no mês na série dessazonalizada. Na série sem ajuste, a variação acumulada em 12 meses recuou 2,8%.

Também houve aumento no setor de “Combustíveis e Lubrificantes”, que cresceu 0,3% em fevereiro, considerando dados dessazonalizados. Na série sem ajuste, a variação acumulada em 12 meses apresentou queda de 5,1%.

Leia também: Em seis anos, roubo de carga custou mais de R$ 6 bilhões ao Brasil, diz Firjan

Metodologia

A quantidade de consultas à base de dados da Boa Vista SCPC por empresas do setor varejista é a base para a elaboração do indicador Movimento do Comércio. As séries têm como ano base a média de 2011 = 100, e passam por ajuste sazonal para avaliação da variação mensal. A partir de janeiro de 2014, houve atualização dos fatores sazonais e reelaboração das séries dessazonalizadas, utilizando o filtro sazonal X-12 ARIMA, disponibilizado pelo US Census Bureau.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.