Tamanho do texto

Saiba o que significa clearing, hot money, spread e diversas expressões utilizadas por investidores da BM&F Bovespa e de outras bolsas de valores

Brasil Econômico

Confira 10 expressões em inglês que fazem parte do dia-a-dia de um investidor inserido na Bovespa ou em outras bolsas de valores
iStock
Confira 10 expressões em inglês que fazem parte do dia-a-dia de um investidor inserido na Bovespa ou em outras bolsas de valores

O processo inicial de inserção no mundo dos investimentos é cercado por novos desafios, sendo os termos e expressões utilizadas uma das maiores dúvidas para o novo investidor. Pensando em como ajudar gestores e iniciantes, o Brasil Econômico separou 10 expressões em inglês recorrentes no mundo das finanças e presentes não só na BM&F Bovespa, mas em todas as bolsas de valores.

LEIA MAIS: Veja cinco cursos online da BM&F Bovespa para quem quer aprender a investir

BOOM

Muito utilizada em tempos de bonança não só da Bovespa , mas também de outras bolsas, o “boom” representa a fase do mercado de ações onde o volume de transações de compra e vendas é ultrapassado, ocasionando assim, um aumento expressivo das cotações.

CLEARING

Termo usado para identificar entidades que prestam serviços de compensação e liquidação de operações realizadas em mercados organizados. Geralmente, essas instituições são responsáveis por calcular as tarefas dos participantes do mercado para que a liquidação das operações possa ser feita através da troca de ativos. Vale ressaltar que transferência de títulos e crédito de saldos dos participantes também faz parte das atividades dessas entidades.  

DAY-TRADE

Termo presente no mercado acionário serve para determinar a combinação de operações de compra e venda que possuem os mesmos ativos, pregões, corretora, quantidades e foram efetuadas no mesmo dia. Com isso, gera ganhos ou perdas, porém sem alterar a colocação de investimentos de seus respectivos investidores.

GOODWILL

Abrangente aos ativos intangíveis de uma empresa, como por exemplo pulverização de capital e marcas e patentes, representa o conjunto de elementos não materiais, como reputação e o relacionamento com investidores, além de servir como ferramenta potente de lucro para as mesmas.

HOLDING

Termo utilizado para referenciar empresas que tem como atividade principal a participação acionária em uma ou mais instituições. Com essa sociedade, é possível alcançar ações de outras empresas, fazendo uso do controle de sua gestão, a qual a maior fonte de receita são dividendos das entidades que participa.

LEIA MAIS: Bovespa: Veja cinco corretoras que ajudarão nos seus negócios

HOT MONEY

Expressão usada por empresas para determinar operações de financiamento de curto prazo para as mesmas. Além disso, pode ser utilizada para denominar investimentos em ativos financeiros que visam ganho rápido devido a elevadas taxas de juros ou diferenças de câmbio. Ou seja, operações de curto prazo onde recursos se deslocam facilmente de um mercado para outro.

MARKET MAKER

O “market maker” faz a identificação de instituições controladas por empresas de capital aberto a fim de manter a liquidez em ofertas de compra e venda de ações. Neste caso, as empresas ou os profissionais não tem permissão para acessarem dados considerados privilegiados da companhia, sendo informações públicas a única fonte para suas operações.

SMALL CAP

“Small cap” também conhecido como “pequena capitalização”, se refere as ações de empresas com pequeno valor de mercado. Em determinadas situações, empresas que não possuem a mesma liquidez de instituições maiores também podem ser identificadas dessa forma.

SPREAD

No mercado de ações é utilizado para se referir a diferença entre as melhores ofertas de compra e venda de um mesmo ativo, servindo também como margem adicional para os investidores.  

STRADDLE

Termo muito utilizado nas bolsas de valores mundiais, assim como na BM&F Bovespa, representa a estratégia de operação na qual um investidor pode negociar um mesmo número de opções de compra e de venda com preços de exercício e data de vencimento iguais.  Com isso, o “straddle” tende a ser usado quando o preço de determinado ativo pode vir a variar de forma expressiva em curto período de tempo.

LEIA MAIS: BM&F Bovespa realiza cerimônia para comemorar primeiro IPO de 2017

    Leia tudo sobre: Bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.