Com apenas 7 anos, Chloe arriscou e deu certo. CEO do Google,Sundar Pichai, disse que espera o currículo dela quando terminar o colégio

Brasil Econômico

CEO do Google, Sundar Pichai, respondeu ao pedido de emprego de Chloe Bridgewater
shutterstock
CEO do Google, Sundar Pichai, respondeu ao pedido de emprego de Chloe Bridgewater


O que você faria se fosse CEO de uma empresa e recebesse a carta de uma criança de apenas sete anos pedindo um emprego?  O caso ocorreu com o CEO do Google, Sundar Pichai e repercutiu  mundialmente. Chloe Bridgewater, que vive na Inglaterra, mostrou determinação ao enviar uma carta de próprio punho, ao presidente do Google, conforme publicou o Mirror em seu site.

LEIA MAIS: Atualização do Google Photos estabiliza imagens em movimento feitas no iPhone

Endereçada ao “querido chefe do Google ”, Chloe ressaltou seu interesse por tecnologia, robôs e o quanto aquelas palavras eram importantes, já que ela só havia escrito uma carta ao Papai Noel.  Muito persuasiva quanto a sua aplicação a uma vaga no player de tecnologia, ela escreveu que a vaga seria para quando ela ficasse mais velha, porém não era o seu único desejo quando adulta: “eu também gostaria de trabalhar numa fábrica de chocolate e ser uma atleta olímpica”, disse.

O interessa da criança em fazer parte do time da gigante de tecnologia cresceu quando seu pai explicou que no local ela poderia descer em um escorregador, se sentar em pufes confortáveis e até andar de Kart.  Além do local descolado, a garota de apenas sete anos afirmou gostar muito de computadores e que usa seu tablet para brincar com um jogo de robôs, que foi presente de seu pai, Andy Bridgewater, como relatado neste trecho da carta. “Meu pai me deu um jogo e eu preciso mexer um robô para cima e para baixo em pequenos quadrados.  Ele diz que será bom para o meu futuro aprender sobre computadores. Ele também me disse que me dará um computador um dia”.

LEIA MAIS: Confira seis novas profissões para a área de tecnologia

Resposta

Carta de Sundar Pichai  em resposta ao pedido da garotinha Chloe.
Reprodução Facebook
Carta de Sundar Pichai em resposta ao pedido da garotinha Chloe.


Enquanto seus pais achavam que aquilo não passava de uma inocência infantil e que nunca o CEO do Google receberia a carta de uma criança, veio à surpresa. Assim como Chloe, Sundar Pichai, respondeu ao pedido da garota em uma carta.

O indiano, de origem humilde e que hoje comanda o Google, respondeu agradecendo o interesse de Chloe em ser colaboradora do Google e feliz por saber que ela se interessava por computadores e robôs. Pichai pediu à garota que continuasse a perseguir seus sonhos e que aguardava receber o currículo dela assim que terminasse o colégio.


LEIA MAIS: Confira as carreiras que estarão em alta em 2017

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.