Produto de escova progressiva e empresa sem registro são suspensos pela Anvisa

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Bottox Ativador, fabricado pela Fio Bello Produtos Cosméticos, estava sendo comercializado no interior de Minas Gerais

A Anvisa suspendeu a fabricação, distribuição, divulgação, comercialização e uso do Bottox Ativador, produto com propriedades de escova progressiva. A suspensão foi determinada após a comprovação da comercialização e uso do produto na cidade de São Francisco de Paula, em Minas Gerais.

Produto não foi submetido a testes, pois a empresa fabricante não está autorizada a funcionar
iStock
Produto não foi submetido a testes, pois a empresa fabricante não está autorizada a funcionar

A medida sanitária vale tanto para o Bottox Ativador quanto para o restante do mix da fabricante Fio Bello Produtos Cosméticos. De acordo com a agência, o CNPJ da empresa é inválido e ela não tem autorização para funcionar no País.

A decisão, com validade imediata, foi publicada na edição desta terça-feira (23) do Diário Oficial da União (DOU). Não foi feita nenhuma análise sobre algum possível dano proveniente do uso do produto, mas a Anvisa alerta para que aqueles não autorizados sejam evitados pelos consumidores.

Leia tudo sobre: Anvisasuspensãoescova progressiva

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas