Eletropaulo e Ampla têm negados pedidos de aumento da conta de luz

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) considerou que não há descompasso entre custos das distribuidoras e tarifas

Agência Brasil

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) negou nesta terça-feira (23) os pedidos de reajuste das tarifas das distribuidoras Eletropaulo e Ampla. Nos pedidos de revisão extraordinária, as duas empresas argumentaram que há descompasso entre os custos das distribuidoras e as tarifas cobradas.

Juntas, as duas distribuidoras atendem 9 milhões de pessoas entre os Estados de RJ e SP
EBC
Juntas, as duas distribuidoras atendem 9 milhões de pessoas entre os Estados de RJ e SP

O relator da matéria, diretor André Pepitone, disse que não está caracterizado o desequilíbrio econômico-financeiro da concessão que justifique o aumento. O reajuste tarifário anual da Ampla está previsto para março e o da Eletropaulo, para julho.

A Eletropaulo atende a 6,5 milhões de unidades consumidoras na região metropolitana de São Paulo e tem faturamento anual de R$ 15,1 bilhões. A Ampla fica na cidade de Niterói, no estado do Rio. Atende a 2,5 milhões de consumidores em 66 municípios fluminenses e fatura R$ 3,4 bilhões ao ano.

Leia tudo sobre: conta de luztarifasreajusteluz

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas