Consumidores mais pobres buscaram menos crédito em 2015, aponta Serasa

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Demanda por empréstimos caiu em todas as faixas de rendimento, mas queda foi maior entre quem ganha até R$ 500

A quantidade de pessoas que buscou crédito em janeiro de 2016 caiu 2,6% em relação ao mesmo mês do ano passado. O dado é do indicador de demanda por crédito divulgado pelo Serasa nesta terça-feira (16), que também mostrou queda de 0,6% na comparação com dezembro de 2015.

Houve recuo na procura por crédito em todas as classes de renda mensal. No entanto, para quem ganha menos – a menor faixa de renda – o impacto foi sentido com mais intensidade. A maior retração na demanda por crédito (7,1%) foi observada entre quem ganha até R$ 500 por mês.

Tabela Crédito
Divulgação
Tabela Crédito


De acordo com os economistas da Serasa, juros e inflação altos, desemprego em ascensão e baixo grau de confiança estão afugentando os consumidores do crédito, a exemplo do que ocorreu ao longo de todo o ano passado.

Comparação mensal

Na variação mensal, isto é, contra dezembro do ano passado, a busca do consumidor por crédito também recuou em todas as faixas de renda em janeiro/16: consumidores que ganham até R$ 500 por mês (3,1%); renda mensal entre R$ 500 e R$ 1.000 (0,6%); renda mensal entre R$ 1 mil e R$ 2 mil (0,2%); renda mensal entre R$ 2 mil e R$ 5mil (0,2%); renda mensal entre R$ 5 mil e R$ 10 mil (0,1%) e renda mensal maior que R$ 10 mil (0,3%).

Leia tudo sobre: consumidorescréditodemandaquedapobres

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas