Jovens mostram preocupação em poupar recursos, aponta pesquisa

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Em levantamento feito pelo Nube, 38,16% dos entrevistados disseram efetuar aplicações para ter segurança no futuro

Pesquisa aponta maior preocupação dos jovens com as finanças
Reprodução
Pesquisa aponta maior preocupação dos jovens com as finanças


Segundo pesquisa realizada pelo Nube, os jovens brasileiros mostram preocupação em poupar recursos. No levantamento, foram entrevistadas 10.979 pessoas, de 15 a 26 anos. Questionadas sobre o que fazem com seu dinheiro, 38,16% delas escolheram a opção “faço aplicações para ter segurança no futuro”. Em 2014, outra pesquisa feita pela empresa havia indicado que a maioria dos jovens não costumava juntar suas economias. 

Em entrevista concedida ao iG, o analista de treinamento Lucas Fernandes disse acreditar que a atual situação financeira do país exerce influência sobre a mudança de postura dos jovens. "A situação econômica e politica interfere diretamente em como o jovem vai lidar com o dinheiro dele", diz.

A visão de Fernandes é condizente aos dados do IBGE, que apontaram percentual de desemprego de 16,4% entre as pessoas de 18 a 24 anos em 2015. 

O analista afirma que os jovens passaram a investir mais em aplicações, mas costumam evitar as que são consideradas de alto risco. Fernandes conta também que a previdência privada tem sido uma das principais opões de investimento do grupo pesquisado. 

Em segundo lugar no levantamento ficou a opção “poupo uma pequena parte, mas dura pouco”, eleita por 33,18% como a mais adequada. O analista acredita que esta condição é frequente porque, hoje em dia, "é difícil poupar e fazer o dinheiro render". 

"Temos muitos jovens que trabalham e estudam ao mesmo tempo. 80% deles estudam em universidades particulares. O gasto acompanha a inflação, portanto, fica cada vez maior. Conseguir pagar um curso depende muito do seu salário, então o jovem encontra dificuldades por conta dos gastos diários", afirma. 

A terceira opção mais escolhida pelos entrevistados foi "pago dívidas e elas não acabam", com 22,77% dos votos. Com 5,88%, a opção "gasto tudo" ficou na última posição. 

Leia tudo sobre: JovensRecursos

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas