Governo brasileiro apoia reeleição de diretora do FMI

Por Agência Brasil | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Lagarde anunciou candidatura a um segundo mandato no FMI

Agência Brasil

Christine Lagarde anunciou, na sexta-feira (22), sua candidatura a um segundo mandato no comando do FMI
Marcello Casal JR/ABr
Christine Lagarde anunciou, na sexta-feira (22), sua candidatura a um segundo mandato no comando do FMI

O Ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, manifestou apoio do governo brasileiro à reeleição da diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde. “A permanência de Lagarde no FMI é fundamental para o enfrentamento adequado dos atuais desafios econômicos mundiais”, destacou Barbosa, em nota.

“[Temos] confiança na habilidade de Lagarde na condução de temas multilaterais, especialmente num momento em que a reforma de cotas entra em vigor, proporcionando maior representatividade dos países emergentes no FMI”, ressaltou o ministro no texto.

Na sexta-feira (22), Lagarde anunciou sua candidatura a um segundo mandato no comando da instituição e se mostrou confiante de que o caso judicial em que está envolvida na França – apontado como um dos principais obstáculos às suas pretensões de continuar à frente do FMI – terminará com uma decisão a seu favor.

Lagarde é suspeita de “negligência” na gestão de fundos públicos por ter concedido uma indenização multimilionária do Estado ao empresário Bernard Tapie, em 2007, quando estava à frente da pasta das Finanças. O novo titular do cargo será ser designado em março.

Leia tudo sobre: FMILagardeDilma

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas