Davos: Barbosa falará a executivos sobre oportunidade de investimentos no Brasil

Por Agência Brasil |

compartilhe

Tamanho do texto

Barbosa é o único representante do primeiro escalão do governo no encontro. Desde 2011, quando assumiu o cargo, a presidenta Dilma Rousseff foi a Davos uma única vez, em 2014

Agência Brasil

O ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, terá reunião com altos executivos, principalmente de empresas multinacionais, no Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, na próxima semana.

O ministro Nelson Barbosa participa do fórum, na próxima semana, em Davos, na Suíça
Valter Campanato/ Agência Brasil - 28.9.15
O ministro Nelson Barbosa participa do fórum, na próxima semana, em Davos, na Suíça

Em um encontro fechado com os executivos, no Business Interaction Group on Brazil, Barbosa vai falar sobre oportunidades de investimentos no Brasil e responder perguntas dos executivos sobre a economia brasileira. Nessa reunião, marcada para quinta-feira (21), em sala com capacidade para 40 participantes já há mais de 90 inscritos. Cerca de 50 estão em lista de espera.

Também na quinta-feira, entre outras reuniões, o ministro também participará de sessão aberta, com transmissão pela internet, sobre como reativar a economia mundial.

Antes disso, na quarta-feira, o ministro participa de almoço organizado pelo Itaú sobre as perspectivas para a América Latina em 2016. Desse encontro, também vão participar cerca de 60 altos executivos e o presidente do Banco Central argentino, Federico Sturzenegger.

Na sexta-feira (22), Barbosa participa de painel com ministros de finanças de países da América Latina com o tema “O caminho para a resiliência socioeconômica”.

Durante o evento, o ministro também terá reunião bilateral com altos executivos, com o secretário do Tesouro americano, Jacob Lew, com a diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, com o presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Luis Alberto Moreno e com o ministro de Finanças do Chile, Rodrigo Valdés.

Barbosa é o único representante do primeiro escalão do governo brasileiro no encontro que anualmente discute a economia global. Desde 2011, quando assumiu o cargo, a presidenta Dilma Rousseff foi ao fórum de Davos uma única vez, em 2014.

Barbosa irá a Davos acompanhado do presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, e de dois representantes do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior: o secretário de Inovação, Marcos Vinícius de Souza, e o presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), David Barioni.

O evento reúne líderes empresariais e governamentais de todo o mundo, acadêmicos, jornalistas e representantes da sociedade civil para discutir os desafios para o desenvolvimento mundial e melhorar o ambiente de negócios.

Este ano, o tema do Fórum Econômico Mundial será a Quarta Revolução Industrial. De acordo com os organizadores do evento, mais de 1,5 mil líderes de negócios e cerca de mil membros de companhias internacionais vão debater os impactos da inovação e da tecnologia na indústria e na sociedade.

Leia tudo sobre: davosforum economico mundialnelson barbosa

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas