Comércio eletrônico fecha 2015 com faturamento de R$ 41,3 bilhões

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Vendas online tiveram aumento de 15,3% em relação ao acumulado de 2014; gasto médio por compra também cresceu

O e-commerce brasileiro fechou o ano passado com crescimento nominal de 15,3% na comparação com o acumulado de 2014. De acordo com a plataforma de informações E-bit/Buscapé, que mede os resultados do comércio eletrônico do País, foram alcançados R$ 41,3 bilhões de faturamento.   

Especialistas dizem que o e-commerce brasileiro deve continuar em rota de crescimento em 2016
iStock
Especialistas dizem que o e-commerce brasileiro deve continuar em rota de crescimento em 2016

Apesar do cenário econômico brasileiro desfavorável, com os principais indicadores apontando para a perda do poder de compra dos consumidores, os números comprovam que foi um ano positivo para o setor. O total de 106,5 milhões de pedidos feitos pela internet demonstram, segundo especialistas, que o segmento ainda tem muito campo inexplorado.

“O comércio eletrônico ainda é um setor muito atrativo na economia brasileira e acreditamos que ainda existe muito espaço para crescimento. O mercado ainda continuará apresentando crescimento em 2016, principalmente pelo aumento das vendas via dispositivos móveis”, comenta André Ricardo Dias, diretor executivo da E-bit.

Gasto médio foi maior

O tíquete médio também subiu 12%, atingindo valor médio de R$ 388. Em parte, o aumento do valor investido em cada compra cresceu em decorrência da alta da inflação, que também elevou os preços dos produtos vendidos on-line no decorrer do ano.

Leia tudo sobre: e-commercecomércio eletrônicocrescimentoaltavendas

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas