Base de telefonia móvel tem adição de 1,26 milhão de usuários em julho

Por Reuters |

Texto

Segundo dados da Anatel, Brasil terminou o mês com 267 milhões de linhas ativas

Reuters

Getty Images
Total de linhas pré-pagas subiu 1,2% em 12 meses, enquanto o de linhas pós-pagas avançou 16,9%

O Brasil terminou julho com 267 milhões de linhas de telefonia móvel ativas, com adição de 1,26 milhão no mês, mostraram dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) nesta quarta-feira (28).

A expansão da base sobre junho foi de 0,47%, enquanto o crescimento em 12 meses ficou em 4,1%.

-Veja também: governo prevê para final do ano uso de pagamentos móveis

Do total de linhas móveis no país em julho, 211,54 milhões são linhas pré-pagas, representando 79,23% do total, enquanto 55,45 milhões são pós-pagas, ou 20,77% do total.

O total de linhas pré-pagas subiu 1,2% em 12 meses, enquanto o de linhas pós-pagas avançou 16,9%.

A Vivo manteve a liderança no mercado, com participação de 28,69%, acima dos 28,67% em junho, com 76,59 milhões de linhas.

Já a TIM, segunda no ranking, ficou com 27,22% de fatia de mercado, frente a 27,17% no mês anterior, com 72,68 milhões de linhas.

A Claro, da América Móvil, registrou participação de 24,97% no mês passado, queda frente aos 25,01% em junho, com 66,68 milhões de assinantes.

Já a Oi ficou com 18,66% de participação, abaixo dos 18,71% de junho, com 49,82 milhões de assinantes.

Leia tudo sobre: negóciostelecomlinhas móveiscelularjulhoAnatel
Texto

notícias relacionadas