Indicadores antecedentes dos EUA sobem 0,6% em setembro

A alta de setembro foi a maior desde fevereiro sinalizando de que a lenta recuperação da economia americana continua nos trilhos

Reuters |

Reuters

Uma medida da atividade futura dos Estados Unidos se recuperou em setembro para registrar o maior ganho em sete meses, informou nesta quinta-feira o Conference Board, em um sinal de que a lenta recuperação continua nos trilhos.

O Índice de Indicadores Antecedentes subiu 0,6%, depois de cair 0,4% em agosto, segundo dados revisados. Economistas consultados pela Reuters esperavam uma alta de 0,2%, após queda em agosto previamente reportada de 0,1%.

A alta de setembro foi a maior desde fevereiro.

O economista do Conference Board Ataman Ozyildirim afirmou em comunicado que o índice "tem sinalizado uma economia que está flutuando em torno de uma tendência de crescimento lento."

"A taxa de crescimento de seis meses desacelerou de forma substancial, mas ainda permanece em território de crescimento devido a contribuições positivas dos componentes imobiliário e financeiro", disse Ozyildirim.

Leia tudo sobre: NEGOCIOSMACROANTECEDENTESEUA

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG