Produção de caminhões recua 35,4% em agosto, diz IBGE

A queda é explicada pela desaceleração da economia, mas também pelo recuo em setores estratégicos como o extrativo e a construção civil, segundo o IBGE

Agência Estado |

Agência Estado

A produção de automóveis cresceu 6,5% em agosto deste ano em relação a agosto do ano passado, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No entanto, a fabricação de caminhões recuou 35,4% no mesmo período, fazendo com que o segmento de veículos automotores registrasse uma perda de 11,2%.

Produção industrial sobe 1,5% em agosto

"Nem toda a cadeia caminha bem. A produção de automóveis caminha em velocidade muito superior à da produção de caminhões. Há uma evolução puxada pelos automóveis, mas a pressão negativa dos caminhões faz com que esse segmento de veículos automotores seja o principal impacto negativo na indústria em agosto ante agosto de 2011", apontou André Macedo, gerente da Coordenação de Indústria do IBGE.

Na comparação com o mesmo mês do ano anterior, a produção industrial brasileira como um todo registrou queda de 2,0% em agosto de 2012. A queda na produção de caminhões é explicada pela desaceleração da economia, mas também de setores estratégicos, como o extrativo e a construção civil, segundo o gerente do IBGE. "Isso acaba afetando não só as vendas como a produção de caminhões", acrescentou.

Já na relação ante julho, a produção de veículos automotores puxou o resultado positivo da indústria (1,5%) em agosto. O segmento teve aumento de 3,3% no período, após ter subido 4,2% em julho e 1,6% em junho, também em base mensal. "Em três meses, o segmento de veículos automotores acumula uma expansão de 9,3% na produção", disse Macedo.

Leia tudo sobre: ECONOMIAindústriaproduçãocaminhões

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG