Exxon ainda avaliará projeto de petróleo no Afeganistão, diz ministro

Governo tenta atrair investimentos estrangeiros para o país

Reuters |

Reuters

A Exxon Mobil, maior companhia não-estatal de petróleo do mundo, ainda não aceitou uma oferta para analisar nova concessão no setor no norte do Afeganistão, possivelmente indicando um apetite menor para investir no país arrasado por conflitos.

Em um momento no qual o governo do Afeganistão finaliza novas leis desenhadas para atrair investimentos estrangeiros no setor de minério, o ministro de Mineração, Wahidullah Shahrani, disse à Reuters que a Exxon não havia comparecido a uma vista ao local de concessão no domingo, apesar de estar entre as principais empresas na lista de potenciais interessados.

"Espero que em algum momento eles (Exxon) visitem a área. Mas a visita não é obrigatória", disse Shahrani em uma entrevista.

Em julho, a Exxon expressou interesse na bacia afegã de Tajik, que tem uma reserva estimada em 1,9 bilhão de barris de petróleo.

Uma porta-voz da Exxon disse não poder comentar imediatamente.

(Por Rob Taylor e Hamid Shalizi)

Leia tudo sobre: NEGOCIOSENERGIAEXXONPROJETO

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG