Economia alemã deve crescer moderadamente, segundo BC

Em seu relatório mensal, referente a setembro, o Bundesbank afirma que a economia alemã começou muito bem o terceiro trimestre e a produção industrial teve crescimento notável

Agência Estado |

Agência Estado

A Alemanha deverá continuar crescendo moderadamente, afirmou nesta segunda-feira o Deutsche Bundesbank, o banco central do país, indicando que a maior economia da Europa ainda resiste à tendência recessiva verificada em boa parte da zona do euro como resultado dos cortes orçamentários causados pela crise fiscal enfrentada pela região há quase três anos.

Em seu relatório mensal, referente a setembro, o Bundesbank afirma que a economia alemã "começou muito bem o terceiro trimestre de 2012" e que a produção industrial teve um crescimento "notável" em julho, enquanto a atividade no setor de construção apresentou uma "clara" expansão.

"Junto com a avaliação amplamente satisfatória das condições da indústria, isso sugere que o ciclo econômico da Alemanha se mantém, por enquanto, na sua trajetória de alta restrita", disse o banco.

A perspectiva de mais desenvolvimento econômico, no entanto, é "marcada por considerável incerteza", afirmou o Bundesbank. Ainda no relatório, a instituição alertou que a economia "especialmente do lado externo, pode sofrer um impacto maior do que já sofreu até hoje por causa das ocorrências na zona do euro."

Por outro lado, o BC alemão acrescentou que a "ainda alta" tendência de compra dos consumidores e a atividade na construção ainda sustentam a economia. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: ECONOMIAcriseEuropaeuroAlemanha

Notícias Relacionadas


    Mais destaques

    Destaques da home iG